azia Apesar de não ser um tema diretamente endocrinológico, decidimos fazer este post porque muitos pacientes vem se queixando de quadros de azia ou queimação… e você vai se surpreender o como estes sintomas podem estar relacionados com o ganho de peso.
Mas, por que eu tenho azia?
Geralmente os quadros de azia ou queimação acontecem quando deitamos, pois é nesse momento que o ácido do estômago acaba indo para a região do esôfago, causando desconforto. Aqui, é preciso entender que o esôfago é o nosso órgão que une a região da boca até a entrada do estômago, e ele é preparado para transportar o alimento, como se fosse um túnel de uma estrada. O seu revestimento não é preparado para receber contato com o conteúdo mais ácido do estômago e é por isso que lesões do seu revestimento interno – que chamamos de mucosa – acontecem.
E por que o ácido do estômago vai parar no esôfago? São vários motivos. Um deles é quando a pessoa tem uma região mais frouxa na transição da passagem do esôfago para o estômago, e acaba por formar uma alteração muito conhecida chamada hérnia de hiato. Para simplificar, é como se uma pequena parte na entrada do estômago ficasse mais larga, permitindo que o ácido do estômago reflua para o esôfago: daí o nome: doença do refluxo.
A questão é que quando ganhamos peso, a pressão dentro do estômago fica maior e existe uma maior tendência de que o ácido do estômago vá em direção ao esôfago, fazendo com que as pessoas tenham mais crises de azia.
Nós, do Endocrinologia em dia, separamos algumas dicas para evitar azia de noite…
1) Eleve a cabeceira da cama em torno de 15 a 20 graus para que fique mais difícil do conteúdo do estômago “subir” para o esôfago;
2) Coma antes: evite alimentos sólidos 2 horas antes de deitar e líquidos cerca de 1 hora antes;
3) Café e chocolate são alimentos que, por conterem cafeína, estimulam a produção ácida do estômago.
Controlando o seu peso, a probabilidade de surgimento de azias será menor.

Leave a Reply

WhatsApp