ossos e calcioEsta semana você vai mexer o esqueleto com a gente: entender de que são feitos os ossos, que eles se regeneram o tempo todo, como prevenir a osteoporose e por que os refrigerantes podem atrapalhar o processo de ossificação. Vamos conferir?

Os ossos são feitos de uma parte mineral e uma parte de proteínas. A parte mineral é a que confere a dureza ao osso, e é composta não apenas de cálcio, mas deuma combinação estruturada de cálcio, fósforo, oxigênio e hidrogênio, chamada de hidroxiapatita. E por incrível que pareça, é igual à hidroxiapatita de rochas! A parte proteica é composta de colágeno, outras proteínas e gordura… ah, e o osso também tem uma pequena quantidade de água. A parte proteica confere uma mínima flexibilidade aos ossos, o que garante que eles suportem o impacto dos nosso movimentos no dia-a-dia.

Quando falamos em saúde dos ossos, estamos nos preocupando não somente com a parte mais dura do osso, a parte mineral. A saúde do osso engloba o percentual de cada componente na formação do osso, se a organização na hora de ele ser formado está correta e a presença de microfraturas.

A parte mineral do osso é a mais avaliada, e podemos dosar a quantidade de cálcio e dos outros minerais através da densitometria óssea, medindo através de densidade mineral óssea. As alterações na parte mineral do osso vão levar geralmente a uma perda da quantidade mineral depositada, enfraquecendo-o. É como uma estrutura de concreto que sofre desgaste, e dessa forma, acaba ficando mais frágil e aumentando o risco de fraturas. Geralmente estas alterações da parte mineral óssea são principalmente devido à osteoporose. 

Fique ligad@, esta semana, falaremos mais sobre osteoporose e este fantástico universo que são os nossos ossos, acompanhe!
#EndocrinologiaEmDia #Saúde #Ossos #NossoCorpo#PorUmaVidaSaudável

Leave a Reply

× WhatsApp