comida conforto

Semana da comida conforto e alimentos do coração.

Você vive na correria desde a hora que seu despertador toca até a hora de voltar para casa. E é bem na volta para casa que a vontade dele aparece: aquele alimento que te faz feliz e que muitas vezes você acaba comendo sem nem pensar. Ou então, quando você está doente, e somente aquele alimento, aquela sopinha, vai te abraçar o coração?

Esta semana vamos falar da comida conforto: o que ela é, por que nosso corpo busca o alimento conforto e também algumas dicas de como tentar reduzir o valor calórico ingerido quando este padrão alimentar aparece.

Então para começar nosso primeiro post… o que é a comida conforto?

Uma comida conforto é aquela que provoca sentimentos em quem a ingere, e na maior parte da vezes são as mais ricas em calorias, gorduras ou açucares e de mais fácil digestão. O valor da comida conforto não é somente atribuído ao paladar e à disponibilidade, mas também pela diferença genética e psicossocial de cada indivíduo. Por exemplo, o valor de um brigadeiro ou de uma canja de galinha para uns pode não ter significado para outros. Além disso, as experiências pessoais vão imprimir memórias aos cheiros, texturas e sabores, tornando esse processo de escolha alimentar algo muito mais complexo do que pensamos.

Mas, como surge este padrão alimentar? Acompanhe e confira no post de amanhã!

‪#‎EndocrinologiaEmDia‬ ‪#‎Saúde‬ ‪#‎Alimentação‬ ‪#‎ComidaConforto‬

Leave a Reply

× WhatsApp