sanfonaPerder peso, ganhar peso, perder peso de novo e ganhar novamente. Este é o famoso efeito sanfona, que assusta qualquer um que esteja a tentar eliminar definitivamente os quilinhos a mais.
Já se sabe que há uma relação bem estabelecida entre o ganho de peso e o desenvolvimento da diabetes tipo 2. As pesquisas mostram que a diabetes tipo 2 é uma doença causada pela herança genética associada aos hábitos sedentários e ao ganho de peso. Ela é o resultado é um processo chamado insulino-resistência – quando o pâncreas produz insulina a mais na tentativa de controlar os níveis de açúcar no sangue, mas essa quantidade em excesso não funciona como deveria.
Quando perdemos peso, perdemos gordura e massa muscular em algum grau, infelizmente. Quando engordamos tudo de volta, ganhamos apenas massa de gordura. Repetindo este processo diversas vezes, cada vez teremos mais massa de gordura e menos massa magra. E quais são as consequências de perdermos massa magra?
A primeira delas é que os músculos, além de participarem da estrutura do nosso corpo, armazenam glicose entre as suas fibras, utilizada durante a atividade física. Quando os músculos precisam de repor esta glicose, eles capturam-na da corrente sanguínea sem precisar da insulina que o pâncreas produz. A vantagem é que o pâncreas precisa de produzir menos insulina em quem tem boa massa muscular, um processo que é chamado de sensibilidade à insulina. E a sensibilidade à insulina leva ao menor risco de desenvolvimento da diabetes tipo 2.
O segundo motivo é que armazenamos gordura dentro e fora dos músculos. Quando praticamos atividade física, estimulamos os músculos a utilizarem essa gordura como fonte de energia e, consequentemente, diminuímos a percentagem de gordura no corpo. E, por último, nossos músculos consomem boa parte das calorias ingeridas, levando à manutenção do peso. Dessa forma, todos estes 3 motivos tornam os músculos grandes protetores do desenvolvimento da diabetes tipo 2. Quando sofremos o efeito sanfona, o fenômeno chamado de sarcobesidade – que é justamente a perda de massa muscular – pode contribuir para o desenvolvimento da Diabetes tipo 2.
E o que fazer então para evitar o efeito sanfona e suas consequencias? Bem, aí chega a velha fórmula de reeducação alimentar, atividade física e redução de alimentos com alto teor de carbohidratos simples – pão branco, arroz branco, açúcares… Alimentos de alto índice glicémico que pioram a insulino-resistência. Lembre-se que evitar e insulino-resistência é o primeiro passo para se manter longe da diabetes tipo 2, e quanto mais longe, melhor!

Leave a Reply

WhatsApp