Adrenal ou supra-renal

supra-renalLocalizadas sobre os rins, uma em cima de cada rim, as glândulas supra-renais são vitais para o funcionamento do nosso corpo.
Muitas vezes usamos o termo adrenalina para descrever quando estamos passando por um estresse, susto ou momento de tensão. É justamente na adrenal, ou supra-renal que a adrenalina é produzida. Mas não é só isso. O centro da adrenal que é chamado de região medular produz adrenalina e noradrenalina. Já a região mais externa, chamada de córtex, produz outros hormônios: aldosterona, cortisol e hormônios masculinos em pequena quantidade, mesmo em mulheres.
A aldosterona é o hormônio que ajuda a controlar a quantidade de sódio no sangue, e quando em excesso pode levar à casos de pressão alta. Se o sódio no sangue fica baixo, a supra renal libera aldosterona, que vai agir no rim, levando a uma maior retenção de sódio, para manter o equilíbrio do nosso organismo.
O cortisol é o conhecido hormônio do estresse. Na verdade, esta é uma explicação simplificada (até demais) para um hormônio tão importante. Ele tem função antiinflamatória, aumenta a glicemia no sangue, estimula a quebra de proteínas e gorduras, e ajuda a corpo a se defender em situações de emergência: aumentando a pressão arterial e ajudando a adrenalina a funcionar de forma mais adequada.
Finalmente, é também na parte externa da suprarrenal que alguns hormônios masculinos são produzidos, dentre eles o hormônio deidroepiandrostenediona (DHEA). Sua função é ajudar a manter a massa muscular e a reduzir o tecido gorduroso, além de poder originar tanto testosterona quanto cortisol, hormônios masculino e feminino, respectivamente.

Leave a Reply

WhatsApp